Fazer além do dever…

Bom dia amigos….

Eu estava agradecendo a Deus pelo dia de hoje, pedindo para que Ele guardasse a minha casa, e quando cheguei ao trabalho eu li um texto que é verdade, mais que muitas vezes não queremos aceitar, é interessante que eu havia comentado com minhas amigas sobre esse assunto, e Deus confirmou mais ainda que precisamos aprender a servir as pessoas por prazer, por amizade, sem interesses e pela convicção de Jesus estabelecendo seu amor eterno por nossas vidas.

Por isso que desejo a você a mesma convcção que tenho, as maravilhosas experiências que Deus me deu e me dá a cada dia demonstrando a sua existência e amor por mim, mesmo eu sendo cheia de defeitos.

Qua a graça de Deus não seja apenas histórias que lhe contaram, mais que seja estabelecido na sua casa e sua família.

A história:

Um homem foi chamado à praia para pintar um barco. Trouxe tinta e pincéis e começou a pintar o barco de um amarelo brilhante, como fora contratado para fazer. Enquanto pintava, notou que a tinta estava passando pelo fundo do barco.

Procurou e descobriu que a causa do vazamento era um buraco e o consertou. Quando terminou a pintura, recebeu seu dinheiro e se foi.

No dia seguinte, o proprietário do barco procurou o pintor e lhe entregou um cheque de grande valor.
O pintor ficou surpreso e falou:
– O senhor já me pagou pela pintura do barco.

– Mas isto não é pelo trabalho de pintura, falou o homem. É por ter consertado o vazamento do barco.

-Foi um serviço tão pequeno que não quis cobrar, acrescentou o pintor. Certamente o senhor não está me pagando uma quantia tão alta por algo tão insignificante!

Meu caro amigo, você não compreendeu, disse o proprietário do barco.
-Deixe-me contar-lhe o que aconteceu.
-Quando pedi a você que pintasse o barco, esqueci de mencionar o vazamento. Quando o barco secou, meus filhos o pegaram e saíram para uma pescaria. Eu não estava em casa naquele momento.
– Quando voltei e notei que haviam saído com o barco, fiquei desesperado, pois me lembrei que o barco tinha um furo.
– Grandes foram meu alívio e minha alegria quando os vi retornando, são e salvos.
– Então, examinei o barco e constatei que você o havia consertado. Percebe, agora o que fez?
– Salvou a vida de meus filhos! Não tenho dinheiro suficiente para pagar-lhe pela sua “pequena” boa ação…

Se em nossa ação diária todos nós fizéssemos como aquele pintor, certamente o mundo seria diferente. Mas o que geralmente acontece é que fazemos apenas a nossa obrigação, e quando a fazemos. Fazer o que nos compete, com disposição e zelo, é apenas cumprir um dever.

Todavia, se, além do dever, buscássemos fazer o que precisa ser feito, sem que ninguém nos peça, então poderíamos dizer que estamos investindo numa sociedade melhor. Quem trabalha apenas para receber seu salário, demonstra que vale quanto ganha.

A grande satisfação estará calcada unicamente em fazer com excelência o que fazemos. E o salário, nesse caso, será apenas uma conseqüência.

PENSENISSO!!!!

Fique com Deus! Shalom…

Atenciosamente

Michele Caroline M. P. Buiati de Souza

Um comentário sobre “Fazer além do dever…

  1. É UMA HISTORIA TÃO EMOCIONANTE QUE AO LÊ-LA ME EMOCIONEI MUITO. REALMENTE SERIA MUITO IMPORTANTE PARA A SOCIEDADE SE TODOS FIZESSE A SUA PARTE… DEPOIS QUE VI ESTA HISTÓRIA COM CERTEZA VOU REPENSSR MELHOR NAS MINHAS ATITUDES.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s